Heliar Blog

Close-up de um homem abastecendo o carro com álcool ou gasolina com uma bomba de combustível.

Álcool ou gasolina: qual vale mais a pena?

Pode-se dizer que a dúvida entre qual dos combustíveis possui um maior custo-benefício existe desde a década de 1970, quando o etanol apareceu como forte concorrente da gasolina. No entanto, a pergunta “álcool ou gasolina” começou a se popularizar de verdade com a aparição do primeiro carro flex no Brasil.


Em março de 2003, a Volkswagen lançou o Gol com motor flex. Estes motores recebiam o nome de “flex” por serem flexíveis quanto ao tipo de combustível que poderiam utilizar para funcionar. 


Ou seja, eles possibilitam o uso tanto de gasolina quanto do álcool, ou até ambos misturados em qualquer proporção. Mas antes de responder ao questionamento que pode envolver uma grande economia para os usuários, alguns fatores precisam ser levados em consideração.


Primeiro, é preciso entender qual é a diferença entre os dois combustíveis e como eles funcionam quando utilizados nos motores dos carros atuais. Além disso, é claro, deve-se considerar os preços de cada um.


Por exemplo, devido ao aumento nos valores da gasolina nos últimos meses, entre janeiro e fevereiro de 2022 houve uma crescente de 26,20% nas vendas do etanol hidratado, segundo a UNICA (Associação Brasileira da Indústria de Cana-de-Açúcar).


Separamos algumas informações para te ajudar nessa decisão e também vamos te mostrar como fazer o cálculo de consumo de combustível e de comparação para saber qual compensa mais, álcool ou gasolina. Acompanhe a seguir!

Qual a diferença entre o álcool e a gasolina? 

Pessoa escolhendo bomba de combustível em um posto de abastecimento.

Individualmente, o álcool e a gasolina possuem diferenças na eficiência energética.

Vamos às informações que diferem o consumo do álcool e da gasolina pelo motor do seu carro, desde sua origem até os benefícios gerais.

Gasolina

A gasolina é o combustível utilizado em grande parte da indústria automobilística nos dias de hoje. Ela é altamente inflamável e é derivada do petróleo, sendo produzida por empresas petrolíferas. 


Os motores que consomem a gasolina são chamados de motores de combustão interna, por funcionarem através de pequenas explosões de gasolina. 


Essas explosões também são utilizadas para a medição da octanagem do combustível, ou seja, a capacidade de resistência em mistura com o ar e aumento de pressão e de temperatura sem detonar.


Existem três principais tipos de gasolinas no mercado atual:


  • Gasolina tipo C: a gasolina comum e mais comercializada. Em sua fórmula há uma adição de etanol e o seu valor de octanagem (capacidade de combustão) é mínimo;


  • Gasolina aditivada: como o próprio nome diz, ela possui alguns aditivos para melhorar a performance;


  • Gasolina Premium: além de possuir ainda mais aditivos para melhorar a performance, ela também tem um valor de octanagem bem maior.

Álcool 

Também chamado de álcool etílico ou etanol, este combustível é produzido através da cana de açúcar aqui no Brasil. 


O governo criou o Programa Nacional Programa Nacional do Álcool Álcool, incentivando a produção de cana logo após o Choque do Petróleo, quando descobriram que o petróleo é um bem não-renovável e iria acabar algum dia.


Além da cana de açúcar, o etanol também pode ser obtido de outros produtos vegetais como o milho e a beterraba. Os motores movidos a álcool realizam a combustão por completo, com a alta taxa de compressão, gerando gás carbônico e água.


Atualmente existem dois principais tipos de álcool no mercado: 


  • Etanol hidratado: o único comercializado para a população geral e sua composição é formada com 5% de água;


  • Etanol anidro: o álcool utilizado na composição da gasolina tipo C - citada anteriormente - e possui uma quantidade de 0,05% de água em sua fórmula.

Álcool ou gasolina: as principais vantagens e desvantagens

Confira a seguir as principais características individuais do álcool e da gasolina:

Gasolina

  • Maior combustão (mais potência para o motor trabalhar);

  • Consumo menor;

  • No frio tem funcionamento efetivo normal (o etanol precisa aquecer e demora a ligar o carro em casos de temperaturas baixas).

Álcool

  • Menor preço por litro;

  • Combustível menos poluente;

  • Fonte renovável (é possível plantio de suas matérias primas).


Como calcular se o álcool ou gasolina compensa mais?

Close-up de um painel de um carro mostrando falta de álcool ou gasolina.

Algumas variáveis devem ser consideradas ao realizar o cálculo para descobrir qual combustível é mais vantajoso.

Apesar de termos listados vantagens e desvantagens de cada um dos combustíveis, alguns outros fatores precisam ser avaliados em seu cálculo. 


Por exemplo, onde você mais utiliza o carro, nas estradas ou na cidade, os preços de ambos na sua cidade, qual é o carro que você possui e etc. 


Uma das formas encontradas para descobrir se o álcool ou a gasolina compensa mais, é fazendo um cálculo. De acordo com um padrão estabelecido há alguns anos, o litro do etanol rende uma média de 70% do litro da gasolina.


Sendo assim, para entender se compensa ou não, o Programa Programa Brasileiro de Etiquetagem de Etiquetagem, do Inmetro, utiliza o seguinte cálculo:


Preço da gasolina x 0,7


Se o preço for menor ao litro do etanol, a gasolina estará valendo mais a pena para o seu consumo. Se for maior, financeiramente, a melhor opção é o etanol. 


Entretanto, esse cálculo vem sendo questionado nos últimos anos devido à uma alteração na composição da gasolina. 


As contas anteriores resultaram em 70% considerando que a gasolina possuía 22% de etanol de anidro, enquanto atualmente a sua fórmula conta com 27% na gasolina comum e 25% na premium, tornando-se uma gasolina menos pura.


Neste caso, realizar o cálculo anteriormente pode ajudar o motorista em dúvida, porém, a sugestão é que realize testes para verificar os rendimentos por litro de cada um dos combustíveis.

Mas, como calcular o rendimento por litro de cada combustível?

Imagem de uma mulher dirigindo um carro enquanto veste roupa social e apoia uma mão no volante.

Saber como escolher entre álcool ou gasolina pode resultar em uma economia significativa no fim do mês.

Para verificar com mais exatidão se o álcool ou gasolina compensam mais no seu automóvel, o ideal é calcular qual é o rendimento médio por litro de cada um. Vamos te ensinar como fazer isso de maneira mais simples. 


O primeiro passo é sempre manter o seu carro com somente um dos combustíveis no tanque, não misture o etanol com a gasolina. Depois, escolha um deles e encha o tanque.


Quando fizer isso, aproveite para zerar o hodômetro parcial. Após essas etapas, continue circulando normalmente com o seu carro. 


Evite fazer essas médias de consumo caso tenha compromissos diferentes na semana. Por exemplo, se você não costuma pegar estrada, não realize os cálculos em uma semana que realizará uma viagem, pois os resultados podem alterar devido a forma de uso do motor. 


Quando for abastecer o carro novamente, observe quantos quilômetros foram rodados desde a vez que você zerou o hodômetro e confira na bomba de gasolina ou etanol quantos litros foram necessários para encher o tanque. Depois é só fazer as contas: 


Quilômetros rodados ÷ Litros para encher o tanque


Faça isso com a gasolina e com o etanol separadamente, e com rotinas parecidas para chegar em um resultado mais assertivo. O maior número é o combustível que compensará mais para o seu carro. 


De modo geral, questionar-se sobre o que compensa mais, o álcool ou gasolina, é algo que vem fazendo parte da vida de muitos motoristas. 


Já faz alguns anos que os combustíveis fósseis e não-renováveis como a gasolina e o diesel estão perdendo espaço para suas competições. O etanol e o gás natural (GNV) estão sendo procurados e considerados por muitas pessoas devido aos preços e à sustentabilidade.


E, sem contar os lançamentos de carros elétricos e híbridos que aos poucos também estão conquistando espaço nas casas de pessoas ao redor do mundo, apesar de ainda não serem tão populares.


Enquanto a diferença ainda não é gigante, o motorista que quer economizar precisa fazer os cálculos necessários para entender se o álcool ou gasolina compensa mais. Com a ajuda da Heliar e deste texto, acreditamos que ficou mais fácil fazer o cálculo, não é? 


Gostou do post? Para conferir mais dicas sobre o universo automotivo, acesse nosso nosso blogblog!