Heliar Blog
Imagem mostra um homem, em um carro, recebendo um objeto de uma mulher à sua frente.

Guia completo de como transferir veículo

Comprar um veículo, seja ele novo ou semi-novo, muitas vezes representa a realização de um sonho para muitas pessoas. Porém, após tomar a decisão e dar o primeiro passo rumo à aquisição, é preciso entender como transferir veículo - afinal, há muitas exigências burocráticas envolvidas.


Isso porque, no caso da compra de um carro que já teve um proprietário anterior, uma das etapas essenciais é a transferência do veículo. Esse processo não apenas formaliza a transação, mas também protege tanto o vendedor quanto o comprador em algumas situações, garantindo a segurança jurídica para ambas as partes envolvidas.


Então, se você está vendendo ou comprando um carro, este guia vai te ensinar um passo a passo de como transferir veículo! Abordaremos os documentos necessários e os cuidados envolvidos também. Acompanhe a seguir.

Por que transferir o veículo?

Este processo é crucial, pois é a partir da transferência que a venda é reconhecida como válida perante a lei. Sem a transição oficial, o vendedor pode até mesmo ser responsabilizado por dívidas ou multas.


Mesmo que o novo comprador possua apenas um documento que comprove a compra, ele é válido apenas por um período de 30 dias. Após esse período, a transferência precisa ser concluída oficialmente. Por isso, é essencial formalizar a mudança de propriedade de um automóvel do atual proprietário para o novo comprador. 


O processo de como transferir veículo pode ocorrer de diferentes formas, a depender do contexto. Há diferentes tipos, como a mudança de endereço do proprietário do veículo ou a transferência por herança, essa última que ocorre quando o bem é transferido ao cônjuge ou herdeiro do falecido proprietário. 


A diferenciação nos processos garante a legalidade e a correta atribuição da responsabilidade sobre o veículo, evitando possíveis complicações no futuro. Então, se você está vendendo um automóvel ou acabou de decidir comprar o seu carro ideal, confira abaixo o passo a passo de como transferir um veículo. 

Passo a passo de como transferir veículo

Imagem mostra uma mulher e um homem, que está apertando a mão de outro homem à sua frente. O ambiente é uma concessionária, representando a venda de um veículo.

Aprenda aqui como transferir veículo de uma forma segura.


Se tratando de como transferir veículo, as dificuldades comuns são associadas às diferentes exigências. Afinal, a transição pode envolver diversos documentos, como é o caso de alterações no veículo com o Certificado de Segurança Veicular, por exemplo. Porém, neste caso, existe o CRV!


Em geral, o processo leva em consideração passos específicos, que devem ser seguidos para que a transição de propriedade seja feita de forma legal. Veja a seguir como transferir veículo corretamente:

  1. O que analisar antes de dar início ao processo

Antes de dar o primeiro passo na transferência, é importante observar alguns pontos que podem influenciar no processo mais para frente. Então, fique atento se:


  • Todos os impostos obrigatórios do veículo estão pagos ou se há alguma pendência;

  • O veículo não está licenciado;

  • Há alguma multa envolvendo o automóvel que ainda não foi paga.


Então, o recomendado é verificar essas situações no site do DETRAN do seu estado, conversar com o outro responsável pela transferência e garantir que tudo esteja pago antes de dar início ao processo em si. 

  1. Comunique a venda ao DETRAN

Para comunicar oficialmente a transferência, também existem alguns passos indispensáveis:

  • Preencha o comunicado de venda

A comunicação de venda é feita por meio do Certificado de Registro de Veículo (CRV) fornecido pelo DETRAN do seu estado. Este formulário pode ser obtido através do site ou presencialmente, tanto em unidade do DETRAN ou em despachante autorizado;

  • Autentique a assinatura no CRV

Após preencher o CRV, o vendedor e o comprador devem reconhecer firma em suas assinaturas no cartório;

  • Envie o CRV ao DETRAN

Encaminhe os documentos devidamente preenchidos ao DETRAN do seu estado. Isso pode ser feito presencialmente em uma unidade do DETRAN ou por correio, dependendo das opções disponíveis.


Ao comunicar a venda ao DETRAN, você notifica o órgão de trânsito sobre a transferência de propriedade do veículo e se resguardando de possíveis responsabilidades civis e penais relacionadas ao automóvel a partir da data da venda.

  1. Faça a vistoria de identificação veicular

Depois será necessário comparecer a uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV) com o seu veículo. Durante a vistoria, um profissional qualificado irá inspecionar o seu veículo para verificar se ele está em conformidade com as normas estabelecidas pelo DETRAN. 


Ele vai verificar detalhes da ficha técnica do veículo, como identificação, o estado geral da carroceria, os itens de segurança obrigatórios, como faróis, lanternas, cintos de segurança e entre outros.


Se o laudo de vistoria for aprovado, ele terá um prazo de validade de 60 dias e só poderá ser utilizado para a realização de um único serviço, ou seja, a transferência de propriedade do veículo. Após a aprovação na vistoria, serão geradas as guias para pagamento das taxas de transferência.

  1. Realize o pagamento das taxas de transferência

O próximo passo é lidar com o pagamento das taxas de transferência do veículo para concluir o processo de transferência, que pode variar dependendo do estado em que você está.


Você precisará pagar a taxa de transferência veicular, juntamente com outras taxas aplicáveis que podem ser exigidas. Elas são destinadas a cobrir os custos administrativos e burocráticos associados ao processo. As guias para pagamento das taxas de transferência veicular são geralmente geradas por cada DETRAN. 

  1. Apresente os documentos e formulários 

Por meio desses documentos que o DETRAN valida a mudança de propriedade do veículo. Então, os documentos obrigatórios para transferir veículo são:


  • RG ou CNH do vendedor e do comprador;

  • Comprovante de endereço do comprador;

  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) preenchido em nome do comprador, com firma reconhecida em cartório;

  • Laudo de vistoria;

  • Registro de que o veículo não possui débitos ou dívidas;

  • Comprovante de pagamento da taxa de transferência;

  • Comprovante de pagamento da taxa de emissão do novo CRV;

  • Formulário do Renavam preenchido.


  1. Finalize o pedido de transferência

Após entregar todos os documentos e o requerimento de transferência, aguarde o processamento pelo DETRAN. Você pode acompanhar o requerimento através do site do órgão do seu estado. 

Quanto tempo demora para transferir veículo?

O processo de transferência de veículo pode levar de uma a quatro semanas para ser concluído. No entanto, é importante lembrar que o tempo necessário para transferir um automóvel pode variar dependendo de alguns fatores, como o estado em que o veículo está registrado, a eficiência do departamento de trânsito local e a prontidão do vendedor e do comprador em fornecer a documentação necessária. 

Como transferir veículo financiado?

A imagem mostra uma pessoa entregando a chave de um carro para outra.

A transferência de um veículo financiado conta com algumas diferenças em relação ao processo tradicional.


Aprender como transferir um veículo é um pouco diferente caso o automóvel seja financiado. O processo envolve alguns passos específicos para garantir que a transição ocorra de maneira segura tanto para quem está comprando e para quem está vendendo. 


O primeiro passo é entrar em contato com o banco ou instituição financeira credora para informar sobre a intenção de transferir o financiamento do veículo para outra pessoa. Em seguida, o banco avaliará o histórico de crédito e a capacidade financeira da pessoa que assumirá as parcelas do financiamento.


Se essa pessoa for aprovada, o banco poderá prosseguir com o processo, solicitando a assinatura de um contrato para formalizar a transferência do financiamento. 


Depois disso, os passos para transferência são muito similares, com a apresentação de documentos, solicitações ao DETRAN e taxas de custos administrativos. 


Há um importante cuidado a se lembrar: evite transferir o financiamento do veículo diretamente para o novo comprador sem o envolvimento oficial do banco ou instituição financeira. Isso pode resultar em sérios problemas, já que a dívida permanecerá no nome da pessoa que consta no contrato original. 


E aí, deu para compreender os passos de como transferir veículo? Esperamos que sim! É essencial lembrar que o processo de transferência de veículo envolve seguir as regras estabelecidas pelos órgãos oficiais, garantindo que todos os registros sejam feitos corretamente e dentro da lei. 


E não para por aqui! Além de ensinar como transferir veículo, a Heliar oferece diversas outras dicas úteis sobre o mundo automotivo! No nosso blog, você encontrará dicas valiosas para manter o seu veículo em perfeitas condições e ficar por dentro das novidades do mercado!