Heliar Blog

Mecânico consertando motor fundido de um carro em uma oficina.

Motor fundido: entenda como evitar e consertar esse problema

Realizar manutenções preventivas e conhecer as peças essenciais de um automóvel pode poupar o motorista de muitas dores de cabeça. Problemas como um motor fundido causam grandes prejuízos, então, para evitar desgaste emocional e financeiro, é importante ficar atento aos sinais que o carro demonstra com antecedência.


A falta de cuidados como checagem de óleo, dos sistemas internos ou, até mesmo, o uso de combustível de má qualidade pode acarretar sérios danos ao carro. Todos esses processos podem ser observados de antemão através da manutenção preventiva


Diante disso, a Heliar listou algumas orientações para evitar um motor fundido. Saiba quais medidas tomar quando o problema acontece. Confira!

O que é um motor fundido?

Um motor fundido indica que algum componente da peça atingiu sua temperatura de fusão, ou seja, superaqueceu. Pode ser o pistão, os anéis, os retentores ou as válvulas que acabaram comprometidos devido à alta temperatura que o motor alcançou, por diferentes motivos. 

Principais causas do motor fundido e como evitá-las

Homem preocupado com o motor fundido de seu carro no meio da estrada, e falando no celular pedindo ajuda.


Revisões periódicas no automóvel evitam problemas com o motor fundido.


Falta de lubrificação

Uma baixa lubrificação aumenta o atrito entre as peças metálicas, comprometendo suas funções. Os principais motivadores podem ser a falta de óleo ou uma troca irregular do componente. Desse modo, o aquecimento do motor é consequência do contato excessivo entre os itens “secos”.


Para evitar esse problema, é importante verificar frequentemente o nível de óleo indicado na vareta. Esse processo pode ser realizado pelo próprio motorista ou por um mecânico de confiança.


Além da falta de lubrificante, utilizar um produto vencido também pode prejudicar o motor do carro. Após o prazo de validade, há propriedades e qualidade. 


Diante disso, é essencial analisar datas de validades, realizar trocas e evitar a mistura de óleos de especificações diferentes.

Falha no sistema de arrefecimento 

O sistema de arrefecimento também pode ser chamado de sistema de refrigeração. Ele é o responsável pelo controle de temperatura e pelas explosões do motor. 


Se o seu funcionamento não estiver adequado ou houver uma falta de fluido, podem ocorrer vazamentos e danos nas mangueiras, nas válvulas termostáticas, na bomba ou em qualquer outra peça do sistema. 


Essas falhas provocam um superaquecimento do motor, danificando-o permanentemente. Algumas formas de impedir esse prejuízo é verificar se o nível do líquido refrigerante está adequado, se o radiador está com algum problema ou se as mangueiras estão em boas condições - sem furos, por exemplo.


Também é importante analisar, de tempos em tempos, a coloração e o aspecto do líquido. Se estiver marrom ou com aspecto de água suja, pode significar que o motor está com seu interior enferrujado, aumentando as chances de entupimento do radiador.

Combustível de má qualidade

Nem sempre, abastecer em posto  só porque o preço estava muito abaixo do mercado, é a melhor opção. Um combustível de má qualidade e adulterado pode danificar as peças do sistema, fundindo o motor


Também pode acarretar outras questões, como entupir os bicos injetores, sujar o tanque e até queimar a bomba.


Por isso, é muito importante ter, pelo menos, uma noção da fonte do combustível. Não se empolgue somente pelo preço, principalmente se estiver muito diferente dos demais postos.

Outras formas de evitar um motor fundido

A troca periódica dos filtros de ar, filtro de óleo e filtro de gasolina também são benéficas para evitar um motor fundido. 


Afinal, esses sistemas são os responsáveis pela retenção das impurezas externas. A frequência indicada para a troca desses componentes vem descrita no manual de proprietário do carro.


E, claro, a manutenção preventiva deve ser rotina de qualquer pessoa que possui um automóvel. Essa é a melhor e mais eficiente opção para você não ter que lidar com um possível motor fundido e muitos outros problemas inconvenientes. 


São essas medidas preventivas que vão aumentar a vida útil do seu carro, evitar dores de cabeça e poupar muito do seu bolso.  

Sinais de que o motor do carro está fundindo

Capô de carro aberto em uma oficina por conta de motor fundido.

O carro apresenta alguns sinais perceptíveis que indicam o motor fundido.

 

A boa notícia é que se você souber observar os indicativos que o seu carro dá quando está prestes a fundir o motor, é possível levá-lo ao mecânico a tempo de não precisar trocá-lo. Listamos alguns dos principais sinais que o automóvel pode apresentar: 

Ruídos ou barulhos desconhecidos

Esse pode ser um dos primeiros sinais de um motor fundido. Quando as peças e outros componentes do sistema começam a se desgastar, emitem ruídos


Se você identificar algum barulho que não seja de costume, procure um profissional para verificar se há alguma alteração no motor de seu carro.

Luzes do painel

Quando o motor começa a apresentar problemas mais graves, luzes de verificação são acesas no painel do motorista.


  • Desenho de um motor, na luz amarela: luz de injeção;

  • Desenho de um recipiente de óleo, na luz vermelha: problemas no sistema de lubrificação


Se algum desses dois indicadores se acenderem, é necessária uma atenção imediata.

Instabilidade na direção

Um motor em bom funcionamento garante uma direção mais fluida. Ou seja, se a direção começar a trepidar ou for possível sentir “engasgos” ou falhas no carro, é recomendável levá-lo a algum mecânico para se certificar da causa.

Marcas de óleo

Se, depois de um tempo que o automóvel ficou parado, você verificou manchas de óleo no chão, logo abaixo do motor, é um sinal de vazamento que, por sua vez, indica um nível cada vez mais baixo de fluido. 


E, como mencionado anteriormente, a baixa lubrificação é uma das maiores causas de motor fundido. 

Dificuldade em dar partida

Um motor fundido dificulta a partida de qualquer veículo. Por isso, caso você esteja tendo dificuldades em ligar o seu carro, peça para um especialista verificar a situação e evite insistir muito, pois, dependendo do motivo, pode agravar ainda mais o problema. 

Aumento no consumo de combustível e perda de potência

Esses dois sintomas estão relacionados. Isso porque a alteração no consumo de combustível ocorre por  diferentes fatores. 


No entanto, quando associado à perda de potência, o aumento da demanda de combustível torna-se um sinal mais grave.


Quando são utilizados gasolinas, álcool ou gás de má qualidade, com impurezas, os componentes do veículo costumam ser afetados negativamente. 


E, se o sistema não está em seu melhor funcionamento, o motor acaba fazendo mais força para trabalhar, perdendo potência, consumindo mais combustível e fundindo o motor do carro. 

Motor fundido: o que fazer?

Close-up de mecânico consertando motor fundido de carro.


Em caso de motor fundido, contate seu mecânico de confiança!


Se, infelizmente, os sinais passaram despercebidos e o motor travou de vez, existem duas principais opções: a troca completa do motor ou a substituição de alguns componentes junto com a retífica, que significa o conserto de algumas peças. 


A segunda opção é a mais barata e, por isso, muitas vezes, mais escolhida pelos motoristas.


Entretanto, dependendo do nível do problema, a solução mais econômica acaba não sendo a melhor, pois é necessário considerar a durabilidade dos reparos, tempo de manutenção e se a eficiência do motor vai permanecer a mesma - o que é bem improvável.


Nessas situações, se possível, realize a troca do motor. Apesar de ser mais caro em um primeiro momento, a vida útil será muito maior, consequentemente, as dores de cabeça serão menores.


Conhecer o funcionamento básico do automóvel e os motivos de seus principais problemas, reduz as chances de imprevistos acontecerem. Agora que você já sabe mais detalhes sobre o motor fundido, lembre-se sempre de realizar revisões, utilizar produtos e combustíveis de qualidade e ficar de olho em possíveis sinais! 


Gostou das dicas? Se quiser saber mais sobre o mundo automotivo, acesse o blog Heliar!